O Sócio Contribuinte que tenha feito sua adesão a título oneroso e que desejar migrar de categoria para Sócio Proprietário poderá fazê-lo, até decisão em contrário, pagando a diferença de valores entre as duas cotas, no valor correspondente a seis salários mínimos do dia da migração, em seis parcelas iguais, mensais e sucessivas, com isenção da mensalidade durante o pagamento das parcelas. Veja detalhes na Instrução Normativa 001/2020, no link “Legislação Interna”.

You might also like

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *